Crônica da aldeia global

Adolescentes em situações de riscos.

  Na cracolândia ou por outras bandas. Como vivem? Longe das famílias, sem casa, sem escola, sem trabalho, descuidados da vida, saúde precária, e os chamam de adolescentes em situação

Dieta QQ

  Qualidade e quantidade na alimentação. Tantos os nutricionista, tantos os endocrinologista e lá vem o pediatra querendo dar palpites… Após dezenas de anos de formação, acho que podem ser

Inimigo número um.

  Criminalidade política e suas alianças. Os vínculos entre os políticos nos assustam. Cargos em empresas públicas e grandes estatais. Indicados pelos políticos, a barganha quanto aos apoios, os apadrinhados

Seres humanos: a cor que discrimina.

Abrir os olhos, olhar nos olhos e descobrir valores… Ser gente: cabeça, tronco e membros. Espécie humana: qualidades e valores, suas características. Mente, espirito, modo de nascer, dignidade…. Brancos, negros

Pensando na globalização.

  …ou no que realmente está globalizado. Quem é que foi globalizado? O que se disseminou pelo mundo inteiro? As riquezas, o conforto, o bem, estar, a tolerância, o acolhimento?

Acreditar em balas perdidas…

…e em Papai Noel. Vidas ameaçadas, vamos correndo riscos previstos e imprevistos. As notícias nos assustam e nos amedrontam, cada vez mais nos sentimos inseguros, nossos mecanismos de defesa social

Cadê a paz?

Estou pensando na violência exagerada no mundo…   Intolerância e impaciência por toda parte… .Para onde você olha as notícias assustam, até parece que não existe mais tanta calma e

Harmonia e entendimento.

Aproximar-se e abrir os olhos. A paz poderá descobrir seus caminhos. O mundo parece muito complicado e nós estamos multiplicando suas complicações. Como vão os seus vizinhos? E os companheiros

Preocupações e omissões.

  Quem esconde sua cara é um avestruz. Realidades podem massacrar nossas mentes e corações… Atentos à história vamos vivendo de sobressaltos. O tempo foge, as tragédias se repetem e

Fake news-notícias falsas.

Silêncio! Ali em frente tem alguém inventando uma notícia em seu celular! Um mundo de comunicações múltiplas… Hoje podemos nos interrogar: quais as notícias falsas, quais as verdadeiras. Não podemos