Crônica Florensce

ÉDIPO EM PROVIMENTOS

  Quando acordo com aquele sabor oxigenado de guarda-chuva envelhecido em canela avinagrada por alcatrão, ocorre algo mais assintomático, segundo Pai Joãozinho de Oxossi, meu conselheiro espiritual das fazes gravosas

CAMINHO EM AZUL E OUTRAS SIMPATIAS

  Na entrada do pequeno espaço que se abriu entre o sorriso e a saudade plantou-se um pequeno pé de alvorecer e, com muita habilidade, carinhosa, inseminaram-se suposições e alegrias

LAVRADIOS DOS ANSEIOS E TRISTURAS.

  Enquanto o desassombro revia seus comezinhos urdindo tramas para continuar o dilema de preparar infâmias outras, desatinos da vida para não desnortear do poente, a lua ainda no embalo

ESTÓRIAS DE AMANDACIO E OUTROS PERCALÇOS

  Quem deu por cadenciar moroso e dolente os proseados, como era das suas temperanças, arribado sobre a mula alazã passarinheira como preferia aleguar nas trilhas encarrilhadas tropeando burrada xucra

VELÓRIO EM ITACIÁRA DAS CONJURAS E UM ADEUS.

  Além das tradicionais coroas de flores, eram quatro as usuais velas em torno do caixão sofisticado, preto, requeimando nossos passados, do morto e meu, exalando incenso e cera, confundindo-se

CAMBARÁ FEITÓ E OUTRAS REFREGAS

  Por ser, como procedia, impávido, homem casmurrado de sangue nos repentes das salivas enraivadas, nas ideias, encurralado e curtido, de trompas e arrepios inusitados nos tempestivos conformes, falados adjacentes

INAPETÊNCIA EM DÓ MAIOR E OUTROS SINTOMAS.

  Enlaçou-me firme, apesar da resistência, a solidão como só o enorme vazio sabe nas noites de insônia e era ainda por ser como prefeririam os poetas, antes de escolhidas

REFÚGIOS-DEUSES-INFINITOS

  O paradoxo, filho carnal e incestuoso da intransigência com a mediocridade, concebido na alcova da tristeza e sob as bênçãos da solidão, não é exclusivo da filosofia existencial com

SEMIOLOGIA, DEMÊNCIA E OUTRAS DESAVENÇAS.

  Ele, senhor da criação e do conflito, não se fez de esnobe e muito menos tentou circunscrever o infinito em pequenos preconceitos como se o azul não estivesse dando

VERSO EM PÉ DE SERRA

  De tratos e tempos não se formam os verbos, pois, a desandarem as ideias solteiras em cabeça de viajante infernado nas rasteiras das poeiras e tropas de muladas axucradas,