DeHab organiza palestra sobre Segurança Pública

DeHab organiza palestra sobre Segurança Pública

Na terça-feira (28), o Departamento Municipal de Habitação (DeHab) – vinculado à Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Econômico – organizou mais um encontro mensal com os moradores do Jardim Santa Clara e, desta vez, aconteceu uma palestra sobre Segurança Pública, com o próprio secretário municipal, Paulo André Tannus. O local escolhido foi a sede do projeto Sócio-Educativo “Cuidando do Amanhã”, na Vila Santa Fé.

Esta palestra foi organizada pelo chefe do DeHab, Hubiratan Jesus Penteado, juntamente com a equipe do departamento formado pelas servidoras Mara Micelli e Jurema Brandão Millan, a estagiária Francielli Alves e as assistentes sociais da Caixa Econômica Federal, Patrícia Longo e Rosany Costa, todos presentes nestes encontros mensais.

A primeira parte da palestra foi sobre cerol – mistura de cola com vidro moído aplicado às linhas de pipas, com finalidade de cortar a linha de outras pipas – cujas consequências de mau uso pode gerar fatalidades a pedestres, ciclistas e motociclistas. Segundo o secretário municipal, trata-se de uma prática criminosa, segundo legislações do Estado de São Paulo (Leis nº 10.017/1998 e 12.192/2006) e do próprio Município de Pirassununga, Lei nº 3.584, de 22 de junho de 2007 (em que proíbe a utilização de produtos conhecido como “cerol”, cortantes ou qualquer outro produto assemelhado no Município de Pirassununga), que regulamenta a infração, multa e fiscalização pública sobre o assunto.

Além de explicar sobre as consequências do uso ilegal e criminoso do cerol, Tannus também demonstrou sobre os métodos de proteção, tanto para os pedestres como para ciclistas e motociclistas, muito comuns em períodos de férias escolares.

A palestra também abordou a Segurança Pública nas escolas. “É essencial para toda comunidade que tenhamos controle e sejamos amigos de nossas crianças. A orientação geral é para que a criança jamais aceite quaisquer agrados de estranhos, em nenhuma hipótese”, reiterou o secretário.

Também chegou a abordar procedimentos junto a caixas eletrônicos, ônibus circulares ou mesmo no dia de depósitos de pagamentos de salários. “Existem muitas pessoas inescrupulosas, golpistas e bandidos que se aproveitam destas e demais situações em que deixam o cidadão vulnerável. Portanto, as pessoas devem ficar sempre em alerta e evitar ajuda de pessoas estranhas”, complementou.

  • Drogas – Outro tema importante e também polêmico, foi em relação ao uso ou tráfico de entorpecentes. Como em outros subtemas abordados junto aos participantes, o alerta deve ser redobrado. Segundo Paulo André os sintomas mais comuns no consumo de drogas por parte de crianças e de adolescentes são: inquietação, impaciência, tiques nervosos, depressão e estado de angústia e insônia.

Também são tratados como sintomas visíveis a queda de aproveitamento ou desistência escolar e o isolamento social. “A alteração de hábitos e o próprio isolamento são sintomas-padrões para verificarmos a existência do consumo ou manipulação de entorpecentes. Por este motivo, temos que redobrar a atenção, pois, se a criança ou adolescentes ‘forem adotados’ por este mundo, teremos problemas para recuperá-los”, comentou ao final da palestra.

Category Cidades, Pirassununga

Multimag Comments

We love comments
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *