Deputado Marquezelli participa de Comissão Geral que discute preço dos combustíveis no Congresso Nacional

Deputado Marquezelli participa de Comissão Geral que discute preço dos combustíveis no Congresso Nacional

 

 

O parlamentar também se reuniu com os deputados da Frente Parlamentar da Agropecuária para cobrar resposta imediata do governo federal sobre redução de combustível  

 

O deputado federal Nelson Marquezelli vem acompanhando de perto todos os movimentos, no Congresso Nacional e na Presidência da República, para solucionar a paralisação dos caminhoneiros.

Ele participou na terça-feira (29) da Comissão Geral, na Câmara dos Deputados, que discutiu as medidas provisórias para atender parte das reivindicações dos autônomos.

Ma semana passada, o parlamentar se reuniu com os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Carlos Marun (Articulação), a Frente Parlamentar da Agropecuária), caminhoneiros e representantes de entidades que solicitaram uma resposta urgente do governo federal para conter o desabastecimento em função das manifestações por redução do preço dos combustíveis.

Os ministros afirmaram que o presidente da República Michel Temer estuda com a Petrobrás e os governadores redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Enquanto na Comissão Geral, discutiu-se as três medidas provisórias resultados do acordo com os caminhoneiros para pôr fim à paralisação nacional iniciada no dia 21. Além das MPs, o governo anunciou a redução de R$ 0,46 no preço do litro do diesel por 60 dias. A redução do preço do combustível é um dos pontos principais da pauta dos grevistas, que, no entanto, não ficaram satisfeitos com as medidas propostas e mantém o movimento nas rodovias.

Nesta terça-feira, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia; o presidente do Senado, Eunício Oliveira; e o presidente da República, Michel Temer, divulgaram uma nota conjunta conclamando os caminhoneiros a voltarem ao trabalho e normalizarem o abastecimento no País. Eles consideraram “importante ainda evitar que, tendo alcançado seus objetivos, esse movimento venha a ser usado com objetivos políticos”.

Já Marquezelli afirma que o mais importante é manter a calma e os canais de diálogo abertos entre governo federal e caminhoneiros sem radicalizações de ambas as partes.

“Muita calma nessas horas. As paralisações pacíficas têm de serem respeitadas. O governo federal tem de incluir os governos estaduais nesta negociação, afinal, o ICMS é deles e tem de ser reduzido também. Nada de violência e muita calma e sabedoria para que o diálogo continue aberto. Conheço a maioria dos diretores e lideranças dos caminheiros, são pessoas respeitadíssimas e ajudaram construir este Brasil. Todos nos devemos nesta hora ajudá-los. A redução do preço do diesel é uma necessidade deles e do nosso país. Rogo a Deus por um final feliz” afirmou em nota o deputado federal Nelson Marquezelli.

Multimag Comments

We love comments
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *