Notas Policiais

Notas Policiais

Balanço da Operação Corpus Christi 2018

 

O Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv), órgão de execução da Polícia Militar do Estado de São Paulo, em parceria com o DER/SP, ARTESP e as Concessionárias de Rodovias, alinhado ao Movimento Paulista de Segurança no Trânsito (MPST) e ao Programa de Redução de Acidentes de Trânsito e Segurança Viária 2011-2020 (ONU), realizou no período entre as 00 horas de 30 de maio às 23h59min de 03 de junho, a “Operação Corpus Christi 2018”, nos mais de 22.000 km de rodovias estaduais paulistas.

Na comparação com o mesmo período de 2017, os acidentes com vítimas tiveram queda de 43,5%; as vítimas fatais – 8%; vítimas graves – 30,9%; vítimas leves – 50,5%; acidentes sem vítimas – 92,8% e o total de acidentes caiu 69,3%.

Apesar de o movimento de veículos nas rodovias ter sido abaixo da média, em face do movimento grevista dos caminhoneiros, não há que se comemorar a redução dos indicadores no comparativo com 2017, posto que a maioria dos acidentes poderia ter sido evitada, pois, em grande parte dos casos, a causa dos acidentes está relacionada à imprudência, negligência ou imperícia dos condutores ou pedestres, sendo que das 25 vítimas fatais, sete foram casos de atropelamento de pedestres (o que corresponde a 32% das vítimas), evidenciando, infelizmente, a desatenção ao se atravessar as rodovias.

De igual forma, outras 11 vítimas fatais resultaram de colisões, sendo que num único acidente entre dois carros e um caminhão causou a morte de cinco pessoas, pela ultrapassagem proibida e do excesso de velocidade, fatores que são uma das prioridades do Policiamento Rodoviário, de tal maneira que dos 26.780 veículos fiscalizados, 1.521 foram autuados por ultrapassagens pela contramão de direção.

Foram lavradas 19.511 autuações, além da captação de quase 25 mil imagens de radar com flagrantes de excesso de velocidade, o que demonstra que a imprudência dos motoristas ainda é elevada; 392 autuações em decorrência de motoristas flagrados por dirigirem sob efeito de álcool ou de outras substâncias de efeitos análogos, sendo que 5.640 motoristas realizaram o teste do etilômetro, dos quais 17 foram autuados em flagrante pelo crime de embriaguez ao volante; 4.065 autuações por não estarem utilizando o cinto de segurança ou dispositivos de retenção; 158 autuações em motociclistas que estavam sem o uso do capacete, viseira ou óculos de proteção; 48 pessoas presas em flagrante; quase 8 toneladas de drogas ilícitas apreendidas; 5 armas de fogo apreendidas; e 10 procurados pela justiça foram recapturados e devolvidos ao sistema penitenciário.

Cai 50% o roubo e furto de veículos em Pirassununga

 

A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo divulgou nesta semana, Balanço sobre os Municípios. Para Pirassununga, o resultado dos indicadores criminais do Programa “São Paulo Contra o Crime” do mês de maio de 2017 comparado com maio de 2018, ficou assim:

Subtração de veículos (roubo e furto somados), em maio de 2017, registro de oito ocorrências e em maio de 2018, quatro ocorrências, redução de 50,0%; Roubo Geral (exceto de veículos), em maio do ano passado houve cinco ocorrências contra oito ocorrências em maio deste ano, resultando aumento de 62,5%; Vítimas de Letalidade (Homicídio e Latrocínio), tanto em maio passado como neste último mês de maio, não houve registros.

A produtividade da Polícia Militar de Pirassununga – 3ª Cia PM, no mês de maio de 2018, foi de 509 ocorrências atendidas; 65 conduções ao Distrito Policial; 2.181 pessoas abordadas; 866 veículos e motos vistoriados; 154 autos de infração de trânsito elaborados; 19 flagrantes; 21 pessoas presas em flagrante; 11 recapturados foragidos da justiça; um ato infracional com um menor apreendido; 7 armas brancas e uma arma de fogo apreendidas e 6 portes de entorpecentes.

 

Fonte: SSP e Infocrim 3.0

Canários da Terra em cativeiro

 

Na semana passada, dia 31 de maio, a Polícia Militar Ambiental esteve na Rua Max Zencher Júnior, Jardim São Lucas, para verificar denúncias sobre maus tratos contra fauna doméstica.

Após vistoria na residência apontada, a equipe composta pelos policiais 3º SGT PM Saverga e CB PM Cantelli, constatou a existência de duas aves da fauna nativa brasileira (“canário da terra”) mantidas em cativeiro sem autorização do órgão ambiental competente, sendo improcedente a denúncia de maus tratos.

Foi elaborado Auto de Infração Ambiental na modalidade Advertência por violação do artigo 25 Resolução SMA 48/14, sendo que o infrator ainda responderá na esfera penal nos termos da Lei Federal 9605/98 (Lei de Crimes Ambientais).

Corte de árvore nativa e queimada em área rural

 

No dia 29 de maio, no Sítio Santa Isabel, Bairro Itupeva, município de Pirassununga, a Polícia Militar Ambiental atendeu denúncia sobre corte de árvore e queimada em Área de Preservação Permanente.

O fato foi comprovado pela equipe de patrulhamento terrestre da viatura A-01716 composta pelos policiais 3º SGT Saverga e SD PM Silvério, que ao vistoriar o local apontado, constatou a supressão de um exemplar arbóreo nativo da espécie “jurubeba” em área comum, bem como a realização de queimada para “limpeza” em área comum equivalente à 0,06831 hectares e em Área de Preservação Permanente projetada por curso d’água ali existente equivalente à 0,01106 hectares.

Tudo foi executado sem que fosse apresentada qualquer autorização do órgão ambiental competente para tais intervenções, o que configura infrações administrativas capituladas nos artigos 53, 58 e 44 respectivamente da Resolução SMA 48/14.

A equipe elaborou três Autos de Infração Ambiental na modalidade Advertência, ficando a área de APP queimada devidamente embargada até deliberação do Atendimento Ambiental.

Destruição e intervenção em Área de Preservação Permanente

 

No dia 30 de maio, a Polícia Militar Ambiental esteve no município de Santa Cruz da Conceição e no Sítio “Disvesa Agrícola”, em fiscalização de propriedades rurais pré-determinadas junto ao Sistema SIGAM GEO e situadas no entorno de nascentes e cursos d’água que abastecem as microbacias inseridas na área da 7ª Cia de Polícia Ambiental, a equipe de patrulhamento terrestre com os policiais 3º SGT PM Couto e CB PM Melo, constatou a utilização de 0.30 hectares da Área de Preservação Permanente projetada por curso d’água ali existente, para pastoreio de cavalos, acarretando assim a “destruição” (impedir/dificultar) da área especialmente protegida, sem que fosse apresentada qualquer autorização do órgão ambiental competente para tal intervenção.

A equipe elaborou Auto de Infração Ambiental no valor de R$ 1.500,00 por violação do artigo 49 da Resolução SMA 48/14, e o infrator responderá na esfera penal nos termos da Lei de Crimes Ambientais 9605/98, ficando a área objeto da autuação devidamente embargada até deliberação do Atendimento Ambiental.

No mesmo dia, os policiais também fiscalizaram o Sítio Santo Antônio – nas mesmas condições junto ao Sistema SIGAM GEO, e constataram “limpeza” e consequente intervenção em Área de Preservação Permanente, “córrego das Sabinas”, numa área correspondente à 0,0984 hectares, sem a devida autorização do órgão ambiental competente para tal intervenção.

Foi elaborado Auto de Infração Ambiental na modalidade Advertência pela violação do artigo 44 da Resolução SMA 48/14, bem como o infrator responderá a penalidade nos termos da Lei de Crimes Ambientais 9605/98, e a área autuada foi devidamente embargada até deliberação do Atendimento Ambiental.

GCM apreende menores com entorpecentes

 

Na noite da segunda-feira (4), a Guarda Civil Municipal de Pirassununga apreendeu dois adolescentes de 16 e 17 anos no Jardim Santa Clara, região da Vila Santa Fé, portando maconha e cocaína, ao verificar uma denúncia feita ao CECOM.

Por volta das 19h25, os GCMs Bueno e Bercke, abordaram o adolescente de 16 anos que portava duas “mucas” (pacotes), uma com 10 porções de maconha e outra com 17 cápsulas de cocaína. O menor confessou que na companhia de outro adolescente, de 17 anos, comprou o entorpecente em Porto Ferreira e iriam revendê-lo e que haveria mais drogas na residência do amigo de 17 anos.

A equipe foi até o imóvel indicado e no quintal, em um monte de areia, foram encontradas mais duas “mucas” semelhantes às localizadas anteriormente; uma continha 10 porções de maconha e outra 12 cápsulas de cocaína. Também foram apreendidos na casa, uma tesoura, um saco plástico recortado e usado para embalar a droga e R$ 84 em espécie. Com o menor morador da casa foi apreendido para averiguação um celular bloqueado.

Os adolescentes passaram pelo exame de corpo de delito cautelar e depois foram encaminhados ao Plantão Policial, onde a delegada Dra. Tatiane Cristina Parizotto ratificou a apreensão. Ambos têm passagens por atos infracionais semelhantes.

Apoiaram a ocorrência os GCMs César, Enéas, Travagin, Magalini, Batel e Cleber.

Homem é flagrado vendendo lixadeira furtada

 

 

Às 18h20 de domingo (3), a Guarda Civil Municipal de Pirassununga prendeu um homem de 29 anos, morador da Vila Santa Fé, logo depois de ter furtado uma lixadeira no Jardim Margarida. Ele foi flagrado vendendo o equipamento por R$ 50,00.

Os GCMs Magalini e Travagin em patrulhamento de rotina, foram avisados sobre o furto e informados por vizinhos a respeito de uma pessoa suspeita, trajando camiseta azul e um boné e que estaria caminhando sentido à Rodovia SP-201, que liga Pirassununga à Cachoeira de Emas.

Nas buscas, os guardas viram o suspeito entregando a lixadeira a um homem, ocupando uma moto modelo Honda Twister, vermelha. Ao perceberem a aproximação da viatura, fugiram em sentido opostos, mas o suspeito que estava a pé foi abordado.

Outras equipes foram acionadas para localizar o indivíduo na moto, que seguiu sentido à Zona Norte, e conseguiu despistar a GCM no Jardim São Valentim.

Com o suspeito detido foram encontradas uma faca e um alicate; e ao ser questionado sobre o furto da lixadeira, ele prontamente confessou o crime e ainda levou os guardas até a residência onde havia furtado objeto que afirmou ter vendido por R$ 50,00.  Uma nota deste valor foi encontrada com ele.

Sobre o comprador da lixadeira, o suspeito informou um nome, já conhecido dos meios policiais. Uma viatura foi até a residência do suposto comprador, mas não encontraram nem lixadeira e nem a moto utilizada na fuga. O homem negou qualquer participação e disse que estava em casa realizando um serviço de pintura com seu pai. Sem provas, ele foi liberado.

No Plantão Policial o delegado Dr. Carlos Eduardo Mallaman arbitrou fiança no valor de R$ 1.500, que não foi recolhida, sendo o homem encaminhado para a cadeia.

Dupla queria furtar bicicleta

 

Na madrugada da segunda-feira (4), por volta das 2 horas, a Guarda Civil Municipal de Pirassununga, através dos GCMs Catelani e Mauerberg deteve duas pessoas acusadas de invadir e tentar furtar uma residência no Jardim Margarida. Um terceiro indivíduo que também participou da ação, conseguiu fugir e não foi localizado.

Uma mulher de 40 anos, ao sair de casa, avistou dois indivíduos pulando o muro do imóvel vizinho e tentou detê-los, sem sucesso. Ela também teria visto um terceiro homem que também pulou o muro da mesma residência.

Os GCMs e a testemunha saíram em busca dos indivíduos e um deles, vendedor de 23 anos, residente no Jardim Veneza 2, foi localizado perto da Praça do Jardim Itália. Em seguida, um menor de 16 anos, que mora na Vila Pinheiro, foi encontrado em um terreno baldio próximo.

Questionados sobre a invasão do imóvel, ambos confirmaram que entraram com o intuito de furtar uma bicicleta. Nada foi furtado da casa da vítima que por medo, não quis ir ao Plantão Policial registrar a ocorrência. Mas, a câmera de vigilância da casa da testemunha filmou toda a movimentação dos indivíduos.

Eles foram qualificados e liberados, pela não presença da vítima.

Árvore mata lavrador na zona rural

 

O lavrador Orlando Mafra de Oliveira, 52 anos, sofreu um acidente durante o corte de uma árvore num sítio do bairro do Matão, e faleceu no Pronto Socorro da Santa Casa de Misericórdia de Pirassununga, onde foi levado pela Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros.

De acordo com o filho, Orlando efetuava o corte de uma árvore por volta das 17h30 da terça-feira (5), que acabou caindo sobre o lavrador. Ele sofreu graves lesões, e foi socorrido em estado gravíssimo. Após dar entrada no Pronto Socorro, o estado se agravou e evoluiu para uma parada cardiorrespiratória.

Para apurar a causa da morte, foi requisitado o encaminhamento do corpo ao Instituto Médico Legal de Limeira. O caso foi registrado como Morte Suspeita e Morte Acidental.

Governo de SP lança Operação Corta Fogo 2018

 

Na quinta-feira, 7 de junho, a Secretaria do Meio Ambiente lançou a Operação Corta Fogo 2018 para prevenir incêndios em rodovias, parques e áreas de proteção ambiental.  O evento contou com a presença do secretário Maurício Brusadin, e aconteceu no Parque Estadual do Juquery, em Franco da Rocha. Foram entregues sete caminhões (pipa e plataforma) e 11 caminhonetes 4×4 para os polos e de Planos de Prevenção e Combate a Incêndios para unidades de conservação que serão implementados a partir desse ano. A ação faz parte das comemorações da Semana do Meio Ambiente.

Além das novas ferramentas, a fiscalização do uso irregular do fogo e de balões, as ações nas UC, o fortalecimento das brigadas municipais, as parcerias com municípios e com o setor sucroenergético, assim como o combate aéreo, que foi ampliado, e as campanhas de conscientização reforçam a estratégia da Operação Corta Fogo para esse ano.

2017: ano quente e seco

Em 2017 foram 5.203 focos de incêndio, contra 3.193 do ano de 2016. Só em setembro, foram 2.610 focos, o maior número já registrado em um único mês desde o início da série histórica medida pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em 1998. Já os incêndios em Unidades de Conservação e demais Áreas Protegidas Estaduais atingiram no ano passado 3.828 hectares de matas.

A Operação Corta Fogo, instituída em 2011, é coordenada pela Secretaria do Meio Ambiente (SMA), que articula as ações de órgãos como o Corpo de Bombeiros, a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de São Paulo, a Polícia Militar Ambiental (PAmb), a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), a Fundação para a Conservação e a Produção Florestal do Estado de São Paulo (FF) e o Instituto Florestal (IF). Quatro programas integrados e complementares são desenvolvidos pela Corta Fogo, envolvendo prevenção, controle, monitoramento e combate a incêndios florestais.

Denunciados papagaios em cativeiro

 

A Polícia Militar Ambiental acolheu no domingo (03), denúncia sobre possível manutenção ilegal de aves nativas em cativeiro numa casa da Rua Santo Antônio, Vila Brás. Vistoria na residência apontada, feita pela equipe da vtr A-01716 composta pelos policiais CB PM Trevisan e SD PM Mafra, constatou que haviam duas aves da fauna nativa brasileira (papagaio da espécie “Amazona estiva”) mantidas em cativeiro sem autorização do órgão ambiental competente.

Foi elaborado Auto de Infração Ambiental na modalidade Advertência por violação do artigo 25 Resolução SMA 48/14, e o infrator responderá penalmente nos termos da Lei Federal 9605/98 (Lei de Crimes Ambientais).

As aves apresentavam avançado estágio de domesticação e pela indisponibilidade de locais aptos à recepção, foram depositadas em caráter provisório para o próprio infrator.

Flagrante de pesca ilegal

 

No sábado (02), durante a intensificação de fiscalização pela preservação dos recursos pesqueiros no Distrito de Cachoeira de Emas, em Pirassununga, a equipe de patrulhamento náutico composta pelos PMs Ambientais 3º SGT PM Saverga e CB PM Godoy ao patrulhar à jusante da barragem da Usina Aratu, surpreenderam dois indivíduos, em pontos distintos, praticando pesca ilegal nos termos da Instrução Normativa 26/09 do IBAMA, valendo-se da modalidade de “espera” não permitida para o pescador amador, com uso de caniço simples, molinete e carretilha.

A equipe elaborou dois Autos de Infração Ambiental, por “pescar com método não permitido”, violação do Artigo 36 da Resolução SMA 48/14, e os infratores responderão na esfera penal nos termos do artigo 34 da Lei de Crimes Ambientais 9605/98; os petrechos foram recolhidos à sede do Pelotão para destinação adequada.

Autor de dois roubos é preso na Zona Sul

 

Na tarde da terça-feira (05), a Polícia Civil de Pirassununga capturou um homem, desempregado, 34 anos, autor de dois roubos.

Após investigações realizadas pelo Setor de Investigações da Central Judiciária de Pirassununga, sobre dois roubos acontecidos nos dias 18 de março e 14 de abril de 2018 na Zona Sul da cidade, que pelas características, levava a crer tratar-se do mesmo indivíduo que havia praticado tais crimes.

O desempregado subtraiu cerca de R$100,00 em cada roubo, sempre fazendo menção de estar armado e também suando por força física.

Depois de identificar o autor como sendo o desempregado – que já ostenta várias passagens policiais, tudo foi relatado para a Delegada de Polícia Titular Dra. Tatiane Cristina Parizotto, que representou pela concessão do Mandado de Busca Domiciliar e Mandado de Prisão Temporária em desfavor do Indiciado junto ao Poder Judiciário.

Na posse dos Mandados Judiciais, a equipe de Investigadores juntamente com o Delegado de Polícia Dr. João Fernandes, rumou para a Zona Sul, onde capturou o procurado, que foi reconhecido pessoalmente por testemunhas, como autor dos roubos.

As investigações continuam junto ao Inquérito Policial, visando a decretação da Prisão Preventiva, e ele deverá responder ao processo preso.

Trabalharam nos casos os Delegados de Polícia Dra. Tatiane e Dr. João Fernandes, Investigadores Adriano, Aragão, Danilo, Macarenko e Christiano.

Multimag Comments

We love comments
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *