Notas Policiais

Notas Policiais

PM captura procurados

Solicitados pelo COPOM, às 11h34 do sábado (10/11), o CB PM Jarbas e SD PM Arany, foram até a Rua Albertina de Souza Aguiar, na Vila São Pedro, onde uma pessoa informou que o pai dela, J.C.C. de 36 anos, trafegava com a Ford Belina, marrom, e ao passar defronte a casa de uma tia – onde a testemunha mora –  J. viu o cachorro que pertence à testemunha e o atropelou, passando por cima do corpo do cão, matando-o.

Com as informações, os policiais seguiram até a residência de J. onde ele estava, na rua, arrumando o veículo Belina. Na abordagem nada de ilícito foi encontrado, porém, na pesquisa pelo Sistema Prodesp, foi constatado que J. era procurado.

O homem foi conduzido ao Pronto Socorro, em seguida ao Plantão Policial, onde a escrivã Luciana registrou os fatos. Preso, J. está à disposição da Justiça.

 

Outros casos

Na segunda-feira (12), ainda pela manhã, a equipe da ROCAM com o Sgt PM Laurindo e SD PM Mário, durante patrulhamento pela área central de Pirassununga/SP, ao percorrer a Rua José Bonifácio esquina com Rua 13 de Maio, avistaram E.F.O.S. de 20 anos de idade, e o abordaram.

A consulta dos dados do suspeito via Sistema Prodesp, constatou que E. tinha em seu desfavor um mandado de prisão pela prática do artigo 33 – tráfico de drogas.

Também na segunda-feira (12), às 17h20, outro procurado foi capturado, pelo Sgt PM Laurindo e SD PM Mário, que estavam em patrulhamento na Rua Martiniano dos Santos, centro de Pirassununga/SP.

Os PMs depararam com o veículo Renault/Scenic, cor preta, placas DBF-7025, que segundo informações, o passageiro que se encontrava no banco traseiro, conhecido pela alcunha “Nardão”, estaria procurado pela Justiça.

Ao realizar a abordagem, a mulher que dirigia o Renault, desobedeceu por diversas vezes a solicitação de parada do veículo, fugindo sentido Avenida Seis de Agosto. O procurado saltou do veículo em movimento tentando fuga pela Rua Martiniano dos Santos entrando em uma serralheria.

A equipe que acompanhava o suspeito, entrou junto na serralheria, onde o homem resistiu à prisão, entrando em luta corporal com os policiais, porém, foi detido e algemado.

  1. A. M. passou pelo médico no P.S. sendo depois levado ao 1º Distrito Policial, onde foi elaborado B.O. e o capturado ficou à disposição da Justiça. Quanto ao veículo, foram tomadas as medidas administrativas e durante a prisão do procurado a condutora fugiu, não sendo identificada.

Apoiou a ocorrência, as equipes das viaturas I-36383 e I-36306.

Acusado de provocar acidente que matou casal

na SP-191 pega 10 anos e 6 meses de prisão

 

O motorista acusado de provocar um acidente que matou um casal, em Araras (SP), foi condenado a 10 anos e 6 meses de prisão em regime fechado, na segunda-feira (12), após julgamento de mais de 8 horas, no Fórum da cidade.

Cláudio Pereira da Silva foi condenado por unanimidade pelo júri popular por homicídio no trânsito com dolo eventual, por assumir o risco de matar ao dirigir embriagado.

Ele foi preso três meses após o acidente que aconteceu em março de 2015. Foi solto em abril deste ano, mas o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que ele voltasse à prisão. O G1 não conseguiu contato com a defesa. A decisão cabe recurso.

 

Julgamento

Os familiares de Fernando Hebling, de 27 anos, e Laila Hebling, de 29, acompanharam o julgamento e pediram justiça. “Todos sofrem, não foi um acidente, ele bebeu. Essa dor nunca vai passar e não desejo para ninguém”, disse a mãe de Fernando, Lenita Hebling, antes da divulgação do resultado.

Dois homens que sobreviveram ao acidente estavam entre as testemunhas ouvidas na segunda-feira. Eles disseram que Silva fez uma ultrapassagem em local proibido e que não foi possível evitar a batida.

 

O acidente

Fernando e Laila, que estava grávida de quatro meses, morreram na Rodovia Wilson Finardi (SP-191), que liga a Araras a Rio Claro, em março de 2015.

Silva bateu em um carro com dois ocupantes ao ultrapassar um caminhão. Em seguida, atingiu um segundo carro onde estava o casal. O teste do bafômetro comprovou que ele estava embriagado.

Laila é de família tradicional de Pirassununga.

 

Fonte: G1/EPTV

Jovens são presos em flagrante por tráfico

 

Na sexta-feira (9), por volta das 22h33, após saber por uma testemunha que J.M.S.A. de 26 anos, estaria vendendo drogas em um determinado bar, localizado na Rua Cherubim Jota, no Jardim São Lucas, em Pirassununga/SP, e como já haviam outras denúncias, os policiais militares CB PM Lopes e SD PM Merenciano, foram checar a denúncia.

Os PMs permaneceram a distância observando o suspeito e viram que ele ficava no bar, quando usuários chegavam para comprar drogas ele se dirigia até uma residência pegava algo retornava ao bar para fazer a entrega. Por três vezes os policiais viram a movimentação.

Quando o rapaz voltava pela quarta vez, foi abordado, junto com D.P.P. uma jovem de 24 anos. Na busca pessoal, com J. foram encontrados R$ 100,00  e com a moça, a quantia de R$ 110,00 e duas porções de crack na jaqueta dela. Questionada sobre as drogas ela disse que estava passando necessidades em sua casa e por isso fazia a venda para se sustentar e autorizou a busca em sua residência.

Em uma bolsa no quarto de D. havia uma balança de precisão, um invólucro plástico preto contendo uma pedra bruta de crack, várias sacolas e uma faca com resquícios de droga.

D. primeiro confirmou a venda das drogas, mas no Plantão Policial, declarou ser para uso próprio. J. negou estar fazendo o tráfico. Pelos fatos comprovados, foi dada voz de prisão em flagrante delito pelo crime de tráfico de drogas, que a autoridade policial ratificou, permanecendo ambos a disposição da justiça.

Furtou óculos de sol e foi preso em flagrante

 

A equipe de policiais militares com CBs PMs Lopes e Franco, foi acionada para comparecer na Escola René Albers, da Vila Santa Fé, às 11h55 da segunda-feira (12), onde havia ocorrido um furto no interior de um veículo, pertencente a uma funcionária da escola e que estava estacionado dentro do cercado da escola.

A vítima soube do furto através de outra funcionária, que voltava do almoço e testemunhou o momento em que um homem saía do estacionamento. Sabendo das características do suspeito, os policiais mostraram fotos de um indivíduo já conhecido dos meios policias pela prática de furto, sendo reconhecido pela testemunha.

A equipe, juntamente com 2° Sgt PM Vandeir, Cb PM Eduardo e Sd PM Merenciano foi até a residência de J. H. J. e ao ser abordado e entrevistado acabou confessando o furto, mostrando que o óculos de sol, estava escondido no telhado da casa.

Foi dada voz de prisão em flagrante delito pela prática de furto, sendo ratificada pela Autoridade Policial Civil e o indiciado conduzido à cadeia, onde permaneceu à disposição da Justiça.

Estuprador da filha de 10 anos é preso

 

A Guarda Civil Municipal de Pirassununga teve fundamental importância na prisão de um homem procurado pela Justiça, preso na sexta-feira (9), por ter cometido crime de estupro, contra a própria filha, pelo qual teve pena de 15 anos, cuja família é de Pirassununga, onde praticou o crime.

Ao saber que S.N.D. estaria escondido em Campinas e trabalhando no restaurante de um tio dele, o GCM 3ª Classe Edmilton contatou o Inspetor Willer da GCM de Campinas, passando nome e endereço do local.

Com o mandado de prisão contra S. datado de 01/11/2018, artigo 213 – Estupro, com pena imposta de 15 anos por crime praticado contra própria a filha de 10 anos, a GCM campineira cruzou informações e chegou ao paradeiro do procurado: uma casa no Jardim Monte Cristo, onde ele foi detido e conduzido à Segunda Seccional, permanecendo a disposição da Justiça.

Trabalharam neste caso a Guarnição do Supervisor CD Avelar, Lucena, De Jesus e Josiel e apoio de toda equipe Romu II.

Assassino de pintor está preso

 

 

O pintor Leandro Claudino Pontes de 39 anos, foi vítima de lesão corporal, na manhã de 26 de outubro, quando sem motivos aparentes foi agredido por três pessoas, sendo que uma delas acertou a cabeça dele duas vezes. Leandro foi socorrido e transferido para Araras/SP, onde permaneceu na Unidade de Terapia Intensiva – UTI, até a madrugada da segunda-feira (12). Às 4 horas, ele faleceu.

Durante estes dias em que a vítima esteve hospitalizada, a Polícia Civil de Pirassununga/SP, trabalhou investigando o caso e os envolvidos, que foram identificados.

Com a morte de Leandro, a Justiça expediu o pedido de prisão temporária e as Forças de Segurança do município saíram no encalço dos agressores. A equipe de ROCAM da Polícia Militar de Pirassununga composta pelos policiais Cb PM Tessaro e SD PM Christiano em apoio à equipe de Polícia Civil, chefiada pelo Delegado Dr. Maurício Miranda de Queiroz, na terça-feira (13/11), por volta das 12h13, localizou e deteve K.M.S.D de 25 anos, em sua residência na Rua Porto Rico, Vila Esperança.

O Dr. Mauricio ouviu o depoimento do rapaz agressor, que disse estar no dia do crime com mais dois amigos e a vítima. Que, segundo ele, a vítima teria dito a um dos amigos que se ele (amigo) não quisesse ficar mais com uma determinada garota, ele (vítima) ficaria. Este teria sido o motivo para K. ter batido na cabeça de Leandro com uma telha de barro e um pedaço de pau.

  1. foi indiciado por homicídio qualificado e após o registro da ocorrência pela Central de Polícia Judiciária, permaneceu preso à disposição da Justiça.

A vítima era solteiro e residia no Jardim Redentor, Zona Norte de Pirassununga.

Category Política

Multimag Comments

We love comments
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *