Salão Nobre da Escola Normal revive noite cultural

Salão Nobre da Escola Normal revive noite cultural

Academia Pirassununguense de Letras, Artes, Ciências e Educação realiza o XVII Esplendor empossando quatro novos acadêmicos

 

Quem compareceu ao salão nobre da “Escola Normal”, atual Escola Estadual de Primeiro e Segundo Grau Pirassununga, na noite do sábado, 4 de novembro, para participar do XVII Esplendor promovido pela Academia Pirassununguense de Letras, Artes, Ciências e Educação (APLACE), certamente pôde se inebriar com uma noite de manifestação cultural e intelectual, como o é todos os esplendores daquela Academia.

Assim, o portentoso salão nobre tornou-se palco cultural e intelectual, revivendo lembranças  de pessoas e fatos, que se perpetuam na pena dos prosadores, poetas, pintores e pesquisadores e depois, devidamente acolhidas e preservadas nos arquivos aplaceanos.

A valorosa APLACE se enriqueceu naquela noite com a aquisição de mais quatro dignidades: Maria Elisa Granchi Fonseca, que tem como patrono o prof. Joaquim do Marco e como antecessor o Dr. Salvador Humberto Grisi; Reinaldo Zerbetto que tem como patrono o jornalista Célio Manuel Vieira e como antecessor Salim Sedeh; Cássio Picinato Gomes da Silva que tem como patrono o Dr. Manoel Jacintho Vieira de Moraes e como antecessor Justino Maria Pinheiro; e José Atalla Elmôr Filho que tem como patrono Mário Colazzi D’Elia e como antecessores Claudionor Fernandes Lima e Nicola Di Gregório.

O evento foi presidido pelo acadêmico efetivo e perpétuo Israel Foguel. Ao seu lado, na mesa principal, o acadêmico secretário Moacyr Fonseca Júnior. A Acadêmica Cláudia Albers Avóglio foi a mestre de cerimônias.

Após a entrada dos acadêmicos ao som do Hino de Pirassununga e a composição da mesa, os acadêmicos Marcelo Machado de Luca de Oliveira Ribeiro e Carlos Eduardo Zornoff introduziram os quatro novos acadêmicos no salão. Cantado o hino nacional o presidente Israel Foguel deu por aberta a sessão convidando os presentes para o canto do Hino Nacional. Em seguida, os novos acadêmicos, perante o presidente da APLACE, prestaram o compromisso acadêmico.

A partir daí, após a leitura dos curriculuns – Acadêmico Djalma Tadeu Franco de Toledo (Reinaldo Zerbetto e José Atalla Elmôr Filho), Domingos Aparecido Azarite (Cássio Picinato Gomes da Silva) e José Anézio Palavéri (Maria Elisa Granchi Fonseca) – seguindo a ordem de assinatura do livro de posse, recebimento do diploma de acadêmico e colocação de Clâmide, Cordão e Medalha, símbolos da investidura, os empossados fizeram seus discursos de posse.

No encerramento, as esposas (Maria Rita Cecilia E. de Godoy Zerbetto e Maisa Rose Domenico Elmôr), mãe (Maria Aparecida Picinato) e a nova acadêmica (Maria Elisa Granchi Fonseca) receberam de Angelica Azarite, Claudia Zornoff, Silvia Nazaré Saidel e Zilda de Lourdes Granchi Fonseca, ofertados pela APLACE, um ramalhete de flores. Na fala do presidente Israel Foguel em saudação aos novos acadêmicos, a vice-presidente Martha de Oliveira Malinverni recitou sua poesia intitulada “O Acadêmico”.

Asessãosolene,sobcalorososaplausos,encerrou-seàs21h30.

Category Cidades, Pirassununga

Multimag Comments

We love comments
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *